FANDOM


Estava dentro do ônibus, a caminho da Universidade federal de Minas Gerais, mais precisamente indo para o Instituto de Geociências (IGC), ou melhor, precisamente eu fui parar no Instituto de Ciências Biológicas (ICB), porque confundi as placas e acabei tendo um pequeno (na verdade muito grande) desvio de trajetória. Enfim, estava prestes a fazer a prova de seleção do Coltec. Estar ali significava enfrentar a penúltima etapa do cursinho preparatório, a última era a prova do Cefet.


Todas as horas livres que eu poderia ter foram dedicadas ao cursinho. E foi de lá que, em um comentário inocente e que retratava aquela realidade que estava acontecendo com quase todos (vou livrar a cara de uns poucos) alunos. Esse meu colega, percebendo que todos os alunos perderam a animação que se tinha no primeiro dia de aula teceu um comentário que agora é a inspiração dessa crônica. Aquela altura, depois de quase um ano que, aliás, foi muito cansativo, ninguém estava estudando mais, uma vez que não fazíamos o que era considerado mínimo para isso, levar a apostila para as aulas. Ele se lembrando do dia em que recebemos as apostilas disse: "Tudo o que é está novo chama a atenção, depois que fica velho perde a graça".

Hoje percebo que mais cedo ou mais tarde isso acaba acontecendo. Não que seja um fato intencional, pelo contrário é natural, e sequer muitas vezes nem se percebe essa transição de chamativo para monótono.

Tomando-me como exemplo: quando estava fazendo a prova, e também nos primeiros dias de aula, achei que seria o máximo estudar no Coltec, e é. Mas toda aquela animação e entusiasmo já acabaram. Hoje, quase um ano depois da prova, percebi que aquele pensamento é verdadeiro. Ir para o Coltec é uma coisa tão rotineira, e muitas vezes chata, onde nada chama a atenção. Costumo dizer que se passaram os 15 minutos de fama do Cotlec. Perdeu a graça.

Só não afirmo que tudo perde a graça com o tempo porque tem duas coisas que não obedeceram a essa regra ainda: o totó e a sinuca. Pena que nenhum deles fique de fato no Coltec, a sinuca até entendo, mas pelo menos o totó poder-se-ia ter, pois assim seria mais uma coisa boa a ser somada as outras que o colégio já têm.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Editar

Observação: Essa crônica pode ajudar muitos calouros futuros, se você conhece alguém que irá fazer a prova do Coltec, principalmente se for no IGC, fale com ele para não confundir IGC com ICB. Ou perde a prova ou conhece todo o campus.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.